PUBLICIDADE
Topo

Índices europeus têm leves ganhos com alta dos preços do petróleo compensando temores sobre vírus

02/04/2020 14h13

Por Ambar Warrick e Sagarika Jaisinghani

(Reuters) - Um rali no final da sessão no setor de energia ajudou as ações europeias a fecharem em leve alta nesta quinta-feira, com o sentimento permanecendo frágil depois que um forte aumento nas reivindicações de auxílio-desemprego nos Estados Unidos mostrou mais evidências do impacto econômico do coronavírus.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,63%, a 1.231 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,42%, a 312 pontos, recuperando-se depois de ter operado em território negativo.

O setor de energia deu o maior impulso ao índice de referência, acompanhando um aumento nos preços do petróleo após notícias de que o presidente dos EUA, Donald Trump, espera que o presidente russo Vladimir Putin e o príncipe herdeiro saudita anunciem um corte na produção de petróleo.

Uma guerra de preços entre a Arábia Saudita e a Rússia, juntamente com as expectativas de menor demanda, fizeram os preços do petróleo despencarem no mês passado, o que por sua vez levou as ações de energia da Europa a mínimas de 24 anos.

O setor saltou mais de 5% no dia, com Royal Dutch Shell, Total e BP ganhando entre 3% e 9%.

Ainda assim, os números do desemprego nos EUA apontam para profundos efeitos econômicos do surto de coronavírus, provocando preocupações sobre uma recessão global.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,47%, a 5.480 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,27%, a 95.570 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,33%, a 4.220 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,75%, a 16.834 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,08%, a 6.574 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,02%, a 3.993 pontos.

Notícias