PUBLICIDADE
Topo

Motorista reclamou de piloto automático da Tesla antes de acidente fatal

Tesla Model X bateu em barreira de concreto enquanto sistema autopilot estava acionado - Reprodução/Twitter
Tesla Model X bateu em barreira de concreto enquanto sistema autopilot estava acionado Imagem: Reprodução/Twitter
do UOL

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 09h31

O motorista de um Tesla Model X que morreu em um acidente enquanto utilizava o sistema de piloto automático do carro teria dito à sua esposa que notou um mau funcionamento do mecanismo antes da batida que o vitimou, segundo informações do site Sky News.

Walter Huang, 38 anos, que era engenheiro da Apple, morreu em março de 2018 após o carro em que estava bater em uma barreira de concreto em uma via expressa em Mountain View, na Califórnia.

Documentos divulgados pela NTSB (National Transportation Safety Board), que investiga o caso, mostram que Huang disse à esposa que o sistema de piloto automático teria virado o carro em direção à mesma barreira de concreto onde bateu posteriormente.

O advogado da família, que processa a Tesla, escreveu que o engenheiro notou a mau funcionamento durante as manhãs quando ia ao trabalho e também já teria se queixado do problema para o irmão e para um amigo que tinha o mesmo modelo de carro.

A Tesla disse que o "autopilot" é parcialmente autônomo, mantendo o carro em sua rota a uma distância segura do veículo à frente. O sistema serve apenas como auxílio e o motorista deve estar preparado para intervir a qualquer momento, de acordo com a empresa.

Notícias