PUBLICIDADE
Topo

Papa recebe premier de Malta após polêmica morte de repórter

07/12/2019 11h55

CIDADE DO VATICANO, 7 DEZ (ANSA) - O papa Francisco recebeu na manhã deste sábado (7), no Vaticano, o primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, uma semana depois do político prometer renunciar ao cargo em meio a uma polêmica deflagrada no país. A decisão foi tomada em consequência da crise política ocorrida pelas investigações sobre o assassinato da jornalista Daphne Caruana Galizia, morta em um atentado a bomba em 16 de outubro de 2017. O conteúdo do encontro entre os líderes não foi revelado, mas a expectativa é de que o caso da morte da repórter tenha sido debatido, já que Francisco tem conhecimento do episódio. Em 20 de outubro de 2017, Jorge Bergoglio enviou um telegrama para o governo maltês para lamentar a tragédia. Na ocasião, ele disse estar "triste pela morte trágica" de Galizia. Segundo confirmado pelo porta-voz da Santa Sé, Matteo Bruni, Muscat, junto com sua família, participou de uma audiência "estritamente privada" com o Pontífice. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias