PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Argentina se aproxima dos 8 milhões de vacinados com 1ª dose contra Covid-19

14/05/2021 22h10

Buenos Aires, 14 mai (EFE).- Quase 8 milhões de pessoas foram inoculadas na Argentina com uma dose da vacina contra a Covid-19, e cerca de 1,75 milhão com a segunda, das mais de 12,6 milhões de unidades que o país vizinho recebeu até agora.

São 7.953.562 de pessoas - 17,36% dos 45,8 milhões de habitantes - que tomaram a primeira injeção, enquanto 1.750.802 - 3,82% - completaram o processo de imunização com a segunda dose. As informações são do Monitor Público de Vacinação, um registro online que mostra em tempo real a operação de imunização.

Pessoas com 60 anos ou mais (5.777.477) e funcionários da área da saúde (2.133.131) são os grupos com maior número de vacinados, seguidos pelo pessoal estratégico - que inclui segurança e forças armadas, professores e responsáveis pelo funcionamento do Estado - (1.007.175) e pessoas entre 18 e 59 anos com fatores de risco (775.890).

MAIS DE 12 MILHÕES DE VACINAS RECEBIDAS.

Até o momento, a Argentina recebeu mais de 12,6 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, das quais 11.373.872 já haviam sido distribuídas para aplicação em todo o país até esta sexta-feira pela manhã. Entre hoje e amanhã, segundo a Presidência, um novo lote de 489.600 doses do componente 1 da vacina russa Sputnik V será distribuído entre as províncias.

Nesta quinta-feira ocorreu a mais recente entrega de vacinas em território argentino. São 500 mil frascos de Sputnik V que serão usados para terminar de aplicar primeiras doses em pessoas com mis de 60 anos que se registraram.

A campanha de vacinação na Argentina foi realizada até agora principalmente com o imunizante russo, mas também com os de Sinopharm e AstraZeneca.

Até agora, durante toda a pandemia, a Argentina relatou 3,24 milhões de casos de coronavírus, das quais 281.414 estão ativos. O país vive uma segunda onda de contágio e no último dia 16 reportou o recorde diário de novas infecções, com 29.472. No total, 69.254 pessoas morreram de Covid-19, e 448 mortes foram confirmadas nesta quinta, segundo o Ministério da Saúde.

Notícias