PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Jordânia liberta 16 detidos por 'complô' contra o rei

22/04/2021 12h14

Amã, 22 Abr 2021 (AFP) - A Jordânia libertou nesta quinta-feira (22) 16 pessoas suspeitas de terem participado em um complô contra o rei Abdallah II, informou a agência de notícias oficial Petra e a televisão pública Al Mamlaka.

"Sob a direção do rei da Jordânia (...), 16 detidos durante os recentes acontecimentos foram libertados", disse a imprensa, citando o promotor do Estado.

Dois dos principais suspetios, Basem Awadallah e Sherif Hasan ben Zaid, continuam detidos.

A monarquia jordaniana registrou no início de abril uma crise sem precedentes, quando o príncipe Hamza, meio-irmão do rei, foi acusado de participar em um "complô" contra seu país, acusação que ele nega.

Cerca de vinte de pessoas foram detidas e, sob pressão familiar, o príncipe prometeu "permanecer leal" ao rei Abdallah II, que em 2004 retirou seu título de príncipe herdeiro em favor de seu filho mais velho.

O soberano hachemita falou de uma "sedição" para evocar a crise.

kt/hj/mdz/tjc/me/aa

Notícias