PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Primeiras doses da CoronaVac chegam ao Rio com 4 horas de atraso

Doses da Coronavac são esperadas no Cristo Redentor, no Rio - Igor Mello/UOL
Doses da Coronavac são esperadas no Cristo Redentor, no Rio Imagem: Igor Mello/UOL
do UOL

Gabriel Sabóia

Do UOL, no Rio

18/01/2021 17h31

As primeiras doses da vacina CoronaVac, de combate à covid-19, chegaram ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio, por volta das 17h de hoje, com aproximadamente quatro horas de atraso em relação ao horário previsto pelo governo estadual. Os volumes foram trazidos em uma aeronave fretada e correspondem a parte do primeiro lote com 487.520 doses que devem imunizar mais de 232 mil fluminenses do grupo prioritário.

As primeiras aplicações serão realizadas até o início da noite, em ato simbólico no Cristo Redentor. Os volumes restantes chegarão em voos da companhia Azul, entre a noite de hoje e a madrugada de amanhã.

Mais cedo, o cancelamento do voo que faria o transporte dos primeiros lotes da vacina fez com que o início da campanha de vacinação ficasse incerto.
Em comunicado feito através da assessoria de imprensa, o governo atribuiu o cancelamento a um "problema logístico".

O governo e a prefeitura do Rio de Janeiro escolheram as duas primeiras pessoas que serão imunizadas contra a covid-19. Terezinha da Conceição, 80, e Dulcinea Silva Lopes, 59, receberão a CoronaVac.

Terezinha da Conceição vive em um abrigo da prefeitura desde 2015. Na ocasião em que foi acolhida, a idosa estava "em situação de vulnerabilidade e risco social", de acordo com o governo municipal. A casa dela precisou ser demolida por riscos estruturais.

Dulcinea, por sua vez, é uma profissional da "linha de frente" do combate ao coronavirus. Técnica de enfermagem, ela trabalha no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla.

Notícias