PUBLICIDADE
Topo

Pelo menos quatro mortos em protestos contra o presidente do Mali

11/07/2020 13h55

Bamako, 11 Jul 2020 (AFP) - O primeiro-ministro do Mali, Boubou Cissé, prometeu neste sábado formar rapidamente um novo governo, após os mais violentos confrontos civis dos últimos anos na capital, com balanço de quatro mortos na sexta-feira.

"O presidente (Ibrahima Boubacar Keïta) e eu estamos abertos ao diálogo. Muito rapidamente vou anunciar um Executivo com a intenção de abertura", afirmou Cissé, confirmado como primeiro-ministro pelo chefe de Estado em 11 de junho.

Ao menos quatro pessoas morreram na sexta-feira durante um protesto contra o presidente na capital.

Em comunicado divulgado na noite de sexta-feira, o chefe de Estado anunciou a abertura de uma "investigação" para estabelecer "o balanço e as circunstâncias exatas das perdas humanas e materiais".

Esta foi a terceira maior manifestação organizada em menos de dois meses pela coalizão Movimento 5 de junho, composta por líderes religiosos, políticos e da sociedade civil contra o presidente Keita, no poder desde 2013.

O Movimento de 5 de junho pede a dissolução do Parlamento, a formação de um governo de transição que nomeie um primeiro-ministro e a substituição dos nove membros do Tribunal Constitucional, acusados de conluio com o Executivo.

Após o protesto, os manifestantes atacaram a sede da Assembleia Nacional.

sd-kt-ah/mrb/ybl/erl/ll/lca/fp

Notícias