PUBLICIDADE
Topo

Rússia desrespeita acordo sobre Síria, aponta Turquia

29/01/2020 08h59

Ancara, 29 Jan 2020 (AFP) - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, acusou a Rússia de não respeitar o que foi acordado com a Turquia em relação à província de Idlib, na Síria, onde as aviações síria e russa multiplicaram os bombardeios, e o Exército sírio lançou uma grande ofensiva.

"Com a Rússia, concluímos acordos (...) Se a Rússia respeitar esses acordos, faremos o mesmo. Infelizmente, a Rússia atualmente não respeita esses acordos", disse Erdogan, citado pela agência estatal Anadolu.

Essa rara crítica de Erdogan à Rússia ocorre após a tomada pelo regime de Bashar Al-Assad da cidade de Maaret al Numane, após semanas de bombardeios. Esta localidade fica na última província rebelde da Síria, Idlib.

A escalada da violência levou dezenas de milhares de sírios a se dirigirem para a fronteira com a Turquia, e Ancara teme um novo influxo de refugiados em seu território.

"Nossas autoridades competentes se reúnem com seus colegas russos. Dizemos a eles: 'Parem esses bombardeios em Idlib. Se o fizerem, será muito melhor. Caso contrário, nossa paciência se esgotará. A partir de agora, faremos o que for necessário'", disse Erdogan.

gkg/ezz/cr/bl/mab/zm/mr/tt

Notícias