PUBLICIDADE
Topo

Site para restituição do DPVAT apresenta instabilidade e lentidão

Ziviani/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Ziviani/Getty Images/iStockphoto
do UOL

Do UOL, em São Paulo

15/01/2020 10h15Atualizada em 15/01/2020 12h03

O site para a restituição do DPVAT está apresentando instabilidade e lentidão na manhã de hoje. Relatos na internet apontam dificuldades de usuários tanto em acessar o endereço quanto para finalizar o pedido de devolução do seguro de 2020.

Em um teste, a reportagem do UOL conseguiu o acesso depois de algumas tentativas. Porém, alguns passos do processo para o pedido apresentaram lentidão, com o site mostrando a mensagem "carregando" por mais de um minuto em alguns momentos.

A Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, informa que "está trabalhando para reduzir a lentidão e as instabilidades".

"É importante reforçar que o pagamento da restituição será feito somente na conta do proprietário e a data do pagamento que deve ser informada é a data do comprovante. A restituição pode ser solicitada ao longo de todo o ano de 2020 e não é condição para o licenciamento", complementa a empresa.

Mais de 1,9 milhão de veículos em todo o Brasil estão aptos a receber o pagamento da restituição. O prazo para pedir o valor pago a mais é até o final do exercício de 2020.

A maioria dos veículos se concentra no estado de São Paulo, onde mais de 900 mil devem receber de volta o que foi pago a mais.

Em seguida, aparecem Minas Gerais, com mais de 300 mil veículos, e o Rio Grande do Sul, com mais de 200 mil veículos. As menores frotas estão em Roraima, com mais de 2 mil, e Acre, com mais de 3 mil veículos.

A restituição foi anunciada na semana passada pela seguradora, responsável pela gestão do seguro, após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, ter voltado atrás e acolhido pedido do governo para extinguir sua própria liminar, reduzindo os valores do DPVAT.

O pedido para receber os valores pagos a mais deve ser feito acessando o site do seguro. A restituição da diferença dos valores será feita diretamente na conta corrente ou conta poupança do proprietário do veículo.

Para fazer a solicitação, os proprietários de veículos deverão informar o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) ou CNPJ (Cadastro de Pessoas Jurídicas) do proprietário; Renavam do veículo; valor pago; data em que o pagamento a mais foi realizado; dados bancários (banco, agência e conta corrente ou conta poupança do proprietário); email de contato e telefone de contato.

"Ao enviar a solicitação, o proprietário receberá um número de protocolo para o acompanhamento da restituição, no mesmo site. Após o cadastro, a restituição será processada em até dois dias úteis, dependendo apenas da compensação bancária para a sua finalização", informou a seguradora.

Ela disse ainda que o site receberá somente os pedidos de restituição da diferença de valores pagos referente ao Seguro DPVAT 2020. No caso de o proprietário ter pago o seguro de 2020 duas ou mais vezes, o pedido deverá ser feito acessando outra página. Já os proprietários de frotas de veículos devem enviar email para: restituicao.dpvat@seguradoralider.com.br.

Notícias