PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro cancela ida de ministro à posse na Argentina

09/12/2019 16h24

SÃO PAULO, 9 DEZ (ANSA) - O presidente Jair Bolsonaro decidiu não enviar o ministro da Cidadania, Osmar Terra, para a posse de Alberto Fernández na Argentina, que será realizada nesta terça-feira (10). A informação foi revelada pelo jornal argentino Clarín. Com a decisão do mandatário, o Brasil será representado na cerimônia pelo embaixador em Buenos Aires, Sérgio Danese.   


Em novembro passado, Bolsonaro já havia dito que não enviaria nenhum membro do governo para a posse de Fernández. Depois, no entanto, indicou Terra, mas agora recuou. A Argentina é a terceira maior parceira comercial do Brasil e voltará a ser comandada por um político de esquerda. Durante a campanha eleitoral no país vizinho, Bolsonaro e Fernández trocaram diversas acusações, principalmente após o líder argentino pedir a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e parabenizar o petista por seu aniversário na noite de sua vitória. Na última semana, no entanto, Fernández fez acenos a Bolsonaro depois de se reunir com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em Buenos Aires. Na ocasião, o argentino enviou uma mensagem de "respeito" e "apreço" ao brasileiro. Apesar dessa pequena aproximação, o jornal Clarín informou que o presidente brasileiro teria se incomodado com a presença de dois deputados de esquerda na comitiva de Maia e por isso decidiu cancelar a presença de Osmar Terra na posse. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias