Topo

Cerca de 100 elefantes morrem vítimas da seca em Botsuana

22/10/2019 13h11

Gaborone, Botswana, 22 Out 2019 (AFP) - Cerca de 100 elefantes morreram nos últimos dois meses no parque nacional de Chobe (norte), o maior de Botsuana, vítimas dos efeitos da seca que castiga a África meridional - anunciaram as autoridades nesta terça-feira (22).

Os animais morreram de fome, mas também pela doença provocada pelo antraz, informou o Ministério do Meio Ambiente em um comunicado.

"Devido à seca atual, os elefantes comem terra quando pastam e estão, com isso, expostos à bactéria do antraz", explicou o Ministério, acrescentando que os corpos serão incinerados para evitar o contágio de outros animais.

Vários países do sul da África atravessam episódios de seca recorrentes, agravados pela mudança climática, afetando a segurança alimentar da população e da fauna.

No Zimbábue, as autoridades anunciaram, na segunda-feira, que pelo menos 55 elefantes morreram de fome, ou de sede, no último mês, na reserva do parque nacional de Hwange. É a maior do país.

str-pa/sd/mis/age/tt

Notícias