Topo

Por que carros elétricos podem ganhar sons de Os Jetsons ou Star Wars

Porsche Taycan - Daniel Roland/AFP
Porsche Taycan Imagem: Daniel Roland/AFP
do UOL

Do UOL

Em São Paulo (SP)

20/09/2019 14h25

Entidades de trânsito europeias e norte-americanas estão preocupadas com a falta de barulho em carros elétricos. Se por um lado a poluição sonora será sensivelmente reduzida, por outro os pedestres podem não perceber a aproximação de um veículo pelos sons emitidos serem baixos demais.

Pensando nisso, veículos elétricos e híbridos precisarão ser equipados com sons a partir de 2020 nos EUA e a partir de 2021 na Europa. Os sistemas acústicos de alerta de veículo (AVAS, em inglês) poderão ser selecionados pelo proprietário segundo a Administração Nacional de Segurança no Trânsito de Rodovias dos EUA (NHTSA).

A novidade tem gerado uma série de brincadeiras nas redes sociais. Motoristas tem cogitado sons como o de um motor V8, passando pelo barulho dos famosos TIE Fighters da saga Star Wars, o Yabba DabbaDoo de Fred Flintstone, o som da nave do desenho Os Jetsons até chegar em hits históricos da música pop, como Never Gonna Give You Up de Rick Astley.

As leis tornam obrigatória a ativação deste dispositivo quando o veículo estiver dando ré ou viajando a velocidades de até 12,5 mph (20 km/h). No entanto, os motoristas poderão desativar o som de alerta quando for apropriado, como por exemplo em congestionamentos e em vias de trânsito lento.

No momento os barulhos se limitam aos sons convencionais dos motores a combustão e notas aleatórias. A Porsche oferece um upgrade para o Taycan com o opcional "Electric Sport Sound", com o ruído de um carro. Já a Mercedes-Benz terá em seus carros da gama EQC um zumbido artificial totalmente diferente, com a Volkswagen pretendendo fazer o mesmo com o novo compacto ID.3.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mais Notícias