Topo

Suécia e Noruega têm as melhores políticas de família, segundo Unicef

2019-06-12T22:55:00

12/06/2019 22h55

As Nações Unidas, 12 jun (EFE).- Suécia, Noruega e Islândia têm as melhores políticas de família do planeta, segundo um estudo realizado pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), que compara a situação em 31 países ricos de todo o mundo.

O relatório se baseia em uma análise das permissões para mães e pais e nos serviços de cuidado e educação de crianças de 0 a 6 anos, dois fatores chave para os menores.

"Não há um momento mais crítico para o desenvolvimento cerebral das crianças e, portanto, de seu futuro, do que os primeiros anos de vida", afirmou em comunicado a diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, que reiterou que os governos têm que ajudar os pais a criar as condições necessárias para os filhos.

No relatório, o Unicef põe o foco nos países da União Europeia e da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), pontuando suas políticas, e não analisa a situação em países mais pobres.

O ranking resultante, do qual estão fora algumas nações por falta de alguns dados, como Estados Unidos e Canadá, é liderado pela Suécia, que não está no topo de nenhum dos quesitos analisados, mas aparece entre os primeiros na maior parte deles.

Por exemplo, o direito a 35 semanas de licença-maternidade paga deixa o país escandinavo em 17º neste quesito, mas, por outro lado, está em quarto na de licença-paternidade, com 11 semanas, e no top 5 em taxas de crianças que frequentam escolas (em quinto entre as de 0 a 3 anos e terceiro entre as de 3 a 6).

Em segundo lugar no ranking está a Noruega, seguida por Islândia, Estônia, Portugal, Alemanha e Dinamarca. EFE

Mais Notícias