Topo

Veneza, na Itália, retira quase 300 'cadeados do amor'

2019-03-26T16:33:00

26/03/2019 16h33

VENEZA, 26 MAR (ANSA) - A prefeitura da cidade de Veneza, na Itália, decidiu retirar nesta terça-feira (26) quase 300 "cadeados do amor" da Ponte de Rialto. A medida radical das autoridades italianas tem como objetivo preservar a estrutura do local. Além disso, a iniciativa visa limpar a cidade de toneladas de ferro deixadas por pessoas que declararam seu amor colocando cadeados nas estruturas da ponte.   


De acordo com os técnicos que retiraram os cadeados, o processo de remoção é um "trabalho longo e delicado", já que ele deve ser feito "sem danificar" a tradicional ponte.   


"Nosso desejo é que a campanha de conscientização realizada pela prefeitura de Veneza, ajude a entender como esses gestos são inúteis e prejudiciais ao patrimônio artístico e monumental de uma cidade única no mundo", disse a secretária de Turismo de Veneza, Paola Mar.   


Veneza não foi a única que decidiu remover os "cadeados do amor". No ano passado, a prefeitura de Paris, na França, retirou quase 40 toneladas de metal da famosa Pont des Arts.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Mais Notícias