PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Princesa japonesa se casa com plebeu e deixa família imperial

26/10/2021 12h03

TÓQUIO, 27 OUT (ANSA) - A princesa Mako, sobrinha do imperador do Japão, Naruhito, deixou oficialmente a família real do país asiático nesta terça-feira (26) ao se casar com o plebeu Kei Komuro, um ex-colega de universidade e que trabalha em um escritório de advocacia.   

A união do casal aconteceu sem nenhuma grande cerimônia, sendo definida apenas pela assinatura do registro no município de Tóquio. O casamento confirmou a saída da princesa da família imperial japonesa.   

Segundo as leis do país asiático, as mulheres que pertencem à nobreza devem se casar apenas com alguém que também tenha origem real, caso contrário, perdem seus direitos e deveres como membro da família imperial.   

Após o casamento, Mako deverá deixar o Japão e seguir seu esposo para Nova York, nos Estados Unidos, onde provavelmente vão morar em um condomínio. O casal deveria ter dado uma coletiva de imprensa, mas os jovens optaram por uma breve apresentação e depois distribuíram respostas pré-escritas a cinco perguntas feitas pela mídia.   

A decisão foi tomada para evitar um cansaço mental excessivo da princesa, que sofreu de estresse pós-traumático nos últimos anos em função dos vários comentários ofensivos recebidos em diversas plataformas.   

Na oportunidade, Mako usou um vestido verde claro e segurava um buquê de flores. Antes de deixar sua residência, a jovem se despediu dos pais, o príncipe herdeiro Fumihito e a princesa Kiko, com uma série de reverências. Ela também deu um longo abraço na irmã mais nova, Kako.   

Mako optou em não receber uma indenização governamental estimada em 152 milhões de ienes (cerca de 1,17 milhões de euros), destinada a garantir a "manutenção de uma vida decente" após o casamento. Esta é a primeira vez desde o final da Segunda Guerra Mundial que essa compensação não foi paga. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias