PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

OMS alerta para expansão da pandemia enquanto Reino Unido vive primeiro dia após fim de lockdown

12/04/2021 14h24

A pandemia está em "plena expansão" no mundo com infecções que aumentam de maneira exponencial, alertou a Organização Mundial de Saúde (OMS) nessa segunda-feira (12). Enquanto isso, na Inglaterra, pubs, restaurantes e comércios voltam a abrir no primeiro dia após o fim do lockdown no Reino Unido.

A pandemia está em "plena expansão" no mundo com infecções que aumentam de maneira exponencial, alertou a Organização Mundial de Saúde (OMS) nessa segunda-feira (12). Enquanto isso, na Inglaterra, pubs, restaurantes e comércios voltam a abrir no primeiro dia após o fim do lockdown no Reino Unido.

"Nós estamos atualmente em um ponto crítico da pandemia", declarou Maria Van Kerkhove, a responsável técnica da OMS na luta contra a Covid-19. O balanço de vítimas da pandemia no mundo se aproxima dos três milhões.

"A trajetória da epidemia está em plena expansão. Ela cresce de maneira exponecial. Não é a situação na qual queríamos estar 16 meses após o começo da pandemia, enquanto dispomos de medidas de controle eficazes", afirmou.

A Índia ultrapassou nesta segunda-feira o Brasil e passou a ser o segundo país mais atingido pela pandemia, com 13,5 milhões de casos.

Já a Alemanha ultrapassou o marco de 3 milhões de contaminações. "A terceira onda é provavelmente a mais difícil", comentou nesta segunda-feira a chanceler Angela Merkel, durante a abertura da feira industrial de Hanovre, realizada este ano de maneira virtual. Com números de contaminação muito elevados, o governo alemão estuda novas medidas para restringir a circulação, incluíndo um lockdown nacional breve.

A França deve atingir proximamente o número de 100 mil mortos pela Covid-19, apesar do lockdown nacional, que inclui o fechamento das escolas por três semanas, aplicado desde 3 de abril. A vacinação foi ampliada nesta segunda-feira a pessoas com idades acima de 55 anos.

Liberdade, cerveja e compras

Nos pubs de Londres, muitos clientes faziam selfies com um copo de cerveja na mão para imortalizar o primeiro dia do fim do confinamento que durou mais de três meses. Na Oxford Street, uma das principais ruas de comércio de Londres, clientes usando máscaras, formaram filas desde as 5h30 da manhã, enfrentando o frio duas horas antes da reabertura das lojas.

Em toda a Inglaterra, alguns salões de cabeleireiro abriram a meia noite para atender à demanda dos clientes.

O Reino Unido, país com mais mortos na Europa (127 mil) teve uma clara melhora da situação sanitária, após a aplicação de um lockdown estrito e de uma campanha de vacinação massiva.

(Com informações da AFP)

Notícias