PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Sem Meghan, Harry participará de funeral de príncipe Philip

10/04/2021 14h01

LONDRES, 10 ABR (ANSA) - O príncipe Harry comparecerá ao funeral de Philip, marido da rainha Elizabeth II, mas sem a companhia de sua esposa, a atriz Meghan Markle, informou o Palácio de Buckingham neste sábado (10).   

A cerimônia, que acontecerá no próximo dia 17 de abril, no castelo de Windsor, não será de Estado e "reflete muito os desejos do duque de Edimburgo, segundo porta-voz da Família Real.   

A ausência da esposa de Harry é resultado das recomendações de seus médicos para não viajar dos Estados Unidos para o Reino Unido, já que a duquesa de Sussex está grávida do segundo filho do casal.   

De acordo com o comunicado oficial, o funeral "celebrará e refletirá uma vida de serviço de Philip" e começará às 15h (horário local). A celebração será televisionada durante todo o período e precisou ser adaptada para atender os protocolos sanitários contra a Covid-19.   

O plano do funeral foi assinado pela própria rainha Elizabeth II e também prevê um minuto de silêncio nacional. Além disso, os membros da Família Real, separadamente da rainha, caminharão atrás do caixão entre o Castelo de Windsor e a Capela de Saint George. A procissão levará oito minutos e oitos carregadores levarão o caixão, que será coberto com o estandarte do duque, uma coroa de flores e seu chapéu naval, além de ter uma espada no topo.   

Somente 30 pessoas poderão participar da cerimônia, de acordo com os protocolos contra o novo coronavírus. A lista dos convidados será divulgada na próxima quinta-feira (15).   

A rainha Elizabeth II também aprovou oito dias de luto nacional, que terminará no próximo sábado. Durante este período, as bandeiras do Reino Unido permanecerão a meio mastro.   

A Família Real espera que os próximos dias sejam vistos como uma chance para celebrar a "vida notável" de Philip.   

"Embora este seja naturalmente um momento de tristeza e luto para a Família Real e para muitos outros que conheceram ou admiraram o Duque de Edimburgo, espera-se que os próximos dias também sejam vistos como uma oportunidade para celebrar uma vida notável - notável ambos em termos de sua vasta contribuição e legado duradouro", disse o porta-voz.   

O Palácio pediu para que as pessoas que desejam prestar suas condolências pessoalmente fiquem em casa. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias