PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Tenente-coronel da FAB é nomeado diretor responsável pelo Enem

Tenente-coronel da FAB é nomeado diretor responsável pelo Enem -                                 YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Tenente-coronel da FAB é nomeado diretor responsável pelo Enem Imagem: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo*

05/03/2021 15h50Atualizada em 05/03/2021 21h02

O coronel da FAB (Força Aérea Brasileira), Alexandre Gomes da Silva, foi nomeado hoje como diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). A nomeação feita pelo governo Bolsonaro foi publicada hoje no Diário Oficial da União (DOU).

Alexandre Gomes será o responsável por coordenar o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. O cargo estava vago desde janeiro, quando o antigo diretor responsável pela prova nacional morreu após ter complicações ao contrair covid-19.

De acordo com o Inep, a diretoria de Avaliação da Educação Básica (DAEB) tem diversas funções educacionais.

Entre elas, "definir e propor mecanismos de realização das avaliações da educação básica", promover, junto com os estados e municípios, a aplicação de exames e apoiar os estados e municípios em projetos de educação básica.

Esta diretoria é a responsável direta pela elaboração do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, o maior exame vestibular do país, realizado em todos os estados e no Distrito Federal.

Coronel nunca trabalhou com educação

Segundo fontes do Estadão, a intenção seria a de ter uma forte vigilância na prova mais importante do País. O responsável anterior da Diretoria de Avaliação da Educação Básica também era militar, o general da reserva Carlos Roberto Pinto de Souza, que morreu de covid-19 em janeiro.

Funcionários do órgão temem que Silva queira rever processos e atrase a organização do Enem, que tem de estar pronto para ser entregue à gráfica até o meio do ano. A prova de 2020 foi realizada apenas em janeiro por causa da pandemia do novo coronavírus e teve a maior abstenção da história: mais de 50% dos inscritos faltaram.

O Inep tem um problema histórico de falta de ítens, que são as questões da prova, que precisam ser elaborados para serem testados em uma metodologia complexa, a Teoria de Resposta ao Ítem (TRI). Não há ainda também definição se haverá Enem digital este ano nem organização do pré-teste, a prova que precisa feita antes do exame oficial para identificar a qualidade dos itens. Muitos acabam sendo descartados depois dela porque percebe-se que não fazem uma boa seleção. Silva, que trabalhou como piloto, investigador de acidentes aéreos e oficial de comunicação na Aeronáutica, estava até então no cargo de assessor do ministro para assuntos parlamentares na Câmara dos Deputados. Nunca trabalhou com educação ou avaliação.

Mudanças no Inep

Semana passada, o Inep anunciou um novo presidente do Instituto. Após Alexandre Lopes ser exonerado por uma "questão administrativa", Danilo Dupas foi anunciado como novo presidente do órgão educacional. Dupas era secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior.

"Danilo é um profissional técnico, mestre em Administração, que atua no setor educacional há 20 anos. Como Secretário da Seres, realizou um brilhante trabalho em apenas 6 meses, reconhecido e elogiado tanto pelo setor público como pelo privado", escreveu o ministro da Educação, Milton Ribeiro em uma rede social.

Diretora do FNDE é exonerada

Também na edição de hoje do Diário Oficial, foi publicada a exoneração de Renata Mesquita D'Aguiar, ex-diretora de Gestão de Fundos e Benefícios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A área que estava sob o comando de Renata tem entre suas competências planejar, coordenar e monitorar as atividades de agente operador do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O setor também coordena a operacionalização do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb), que repassa recursos aos entes federados que oferecem atendimento na educação básica.

(Com Agência Estado)

Notícias