PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Gás oxigênio vaza em hospital com pacientes com covid-19 em Osasco

Vazamento de gás aconteceu na manhã de hoje, em um hospital de Osasco - Reprodução / TV Record
Vazamento de gás aconteceu na manhã de hoje, em um hospital de Osasco Imagem: Reprodução / TV Record
do UOL

Do UOL, em São Paulo

02/03/2021 11h39Atualizada em 02/03/2021 12h47

Um vazamento de gás oxigênio foi registrado na manhã desta terça-feira (2) em um pronto-socorro localizado em Osasco, na Grande São Paulo. Pacientes da covid-19 que estavam sendo acompanhados na unidade de saúde foram retirados do local pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu.

Informações compartilhadas nas redes sociais do Corpo de Bombeiros confirmam que a ocorrência aconteceu no pronto-socorro Jardim D'Abril.

Em entrevista ao programa Hoje em Dia, da TV Record, a tenente Valquíria Vanquini, do Corpo de Bombeiros, informou que o vazamento ocorreu em uma das salas de medicamentos.

"Acionaram o Corpo de Bombeiros para que conseguissem desligar o vazamento. Chamamos a empresa terceirizada para desligar o equipamento e retiramos as pessoas que estavam na UTI", explicou a tentente em entrevista para a Record.

Não há registros de feridos até o momento. O oxigênio é um gás altamente inflamável.

"A gente tem que tirar as pessoas que são dependentes do oxigênio, transferir para outro local para que a gente consiga fechar o registro e fazer um reparo", disse a tenente em entrevista à TV.

Pacientes transferidos

Em nota, a Prefeitura de Osasco, que tem o prefeito Rogério Lins (Podemos) à frente da administração, confirmou o vazamento e afirmou que a causa foi um curto-circuito na unidade de saúde. Como o acidente danificou a rede de oxigênio, a transferência dos pacientes foi avaliada como a melhor solução.

"A transferência é necessária para que a rede de oxigênio seja restaurada, o que deve ocorrer nas próximas horas. A unidade voltará a funcionar ainda hoje", afirmou a Prefeitura de Osasco, acrescentando que os pacientes foram remanejados para vagas dentro do próprio município.

Notícias