PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Dólar opera em queda de 1,94%, vendido a R$ 5,14; Bolsa sobe

Dado Ruvic
Imagem: Dado Ruvic
do UOL

Do UOL, em São Paulo

03/12/2020 15h50

O dólar comercial operava em queda na tarde de hoje (3). Por volta das 15h40 (de Brasília), a moeda norte-americana caía 1,94%, negociada a R$ 5,140.

Ontem (2) o dólar valorizou 0,27%, fechando a R$ 5,242 na venda.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, operava em alta de 0,85% na tarde de hoje (3), atingindo 112.829,953 pontos por volta das 15h25 (de Brasília).

Ações atreladas ao setor de viagens e turismo estavam entre os destaques positivos na esteira do otimismo sobre a vacinação contra o coronavírus, enquanto a economia brasileira teve crescimento recorde no terceiro trimestre, mas aquém do esperado.

Ontem, o Ibovespa tinha fechado a 111.878,531 pontos, com alta de 0,43%.

Vacinas contra a covid-19

O potencial das vacinas contra covid-19 é "fenomenal" e "pode virar o jogo", afirmou hoje o diretor regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a Europa, Hans Kluge, um dia após o Reino Unido aprovar a vacina Pfizer/BioNTech, que também é analisada por Estados Unidos e União Europeia.

PIB cresce 7,7% no trimestre

O PIB do Brasil cresceu 7,7% de julho a setembro na comparação com os três meses anteriores, no melhor desempenho desde o começo da série histórica, em 1996, embora abaixo das previsões de analistas, que esperavam alta de 9,0% na comparação trimestral.

Na visão da Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia, o crescimento econômico do terceiro trimestre confirma a retomada em V da atividade no país, quadro que dispensa a necessidade de auxílios do governo para o próximo ano.

Em comentário a clientes, o BTG Pactual afirmou que o mercado pode contrabalançar momentos de estabilização com volatilidade nas próximas semanas, o que abre espaço para algumas operações principalmente com ações mais seletivas.

Ainda assim, e apesar das perspectivas animadoras para a economia global, a nota da área de gestão de recursos do banco de investimentos avalia que estrategicamente seria interessante colocar um pouco do lucro da renda variável no bolso, seria "uma redução técnica".

Em novembro, o Ibovespa acumulou alta de 15,9%, no melhor resultado para o mês desde 1990, com alguns papéis mostrando ganhos bem superiores, entre eles os de empresas aéreas, entre as mais prejudicadas pela pandemia.

Este conteúdo foi gerado pelo sistema de produção automatizada de notícias do UOL e revisado pela redação antes de ser publicado.

(Com Reuters)

Notícias