PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Trump critica Biden por sempre usar máscara

30/09/2020 02h28

Cleveland (EUA), 29 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou o candidato democrata, Joe Biden, a quem enfrentará nas eleições de novembro, por sempre usar máscara contra o coronavírus.

Os dois adversários participam na noite desta terça-feira, em Cleveland, no estado de Ohio, do primeiro de três debates eleitorais previstos antes do pleito, no qual Trump tentará se reeleger, enquanto Biden, ex-vice-presidente no governo de Barack Obama, terá o objetivo de recolocar sua legenda no poder.

"Tenho máscara, tenho uma aqui mesmo, mas não a uso como ele, que cada vez que é visto está com uma máscara. Pode estar falando, a 200 pés (cerca de 60 metros) de distância, e está com a maior máscara que se pode ver", afirmou Trump.

Biden, por sua vez, defendeu que as máscaras "fazem uma grande diferença" na luta contra a Covid-19. EFE

Trump com covid-19

Recém-diagnosticado com a covid-19, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem febre e fadiga e será levado ao Centro Médico Militar Nacional de Walter Reed, no estado de Maryland. Segundo informações da Casa Branca, ele ficará internado nos próximos dias como medida de precaução.

Trump não está tomando hidroxicloroquina para tratar a doença, segundo boletim médico divulgado mais cedo pela assessora de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany. O norte-americano sempre foi um grande defensor do medicamento, que não tem eficácia comprovada contra o coronavírus.

"Após a confirmação via [teste RT-]PCR do diagnóstico do presidente, como medida de precaução, ele recebeu uma dose única de 8 gramas do coquetel de anticorpos policlonais da Regeneron. Ele recebeu a infusão [na veia] sem maiores problemas. Além dos anticorpos, o presidente vem tomando zinco, vitamina D, famotidina, melatonina e um analgésico por dia", relata o boletim.

A famotidina é um medicamento que age na região do estômago para combater úlceras. Já a melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo corpo, normalmente ingerido para ajudar na regulação do sono.

Ainda de acordo com o boletim, Trump está "com fadiga, mas de bom humor". Ele e a primeira-dama Melania Trump, que também está com covid-19 e apresenta apenas "tosse leve e dor de cabeça", seguem sendo acompanhados de perto.

O anúncio do resultado positivo foi feito pelo próprio Trump nesta madrugada, nas redes sociais. "Esta noite, Melania e eu testamos positivo para covid-19. Começaremos nosso processo de quarentena e recuperação imediatamente. Vamos superar isso juntos", escreveu.

Notícias