PUBLICIDADE
Topo

Embaixadores da China e dos EUA no Brasil trocam acusações no Twitter

do UOL

Do UOL, em São Paulo

12/07/2020 09h35

O embaixador chinês Yang Wanming e o embaixador norte-americano Todd Chapman, que representam seus países no Brasil, trocaram acusações nas redes sociais nos últimos dias.

Tudo começou na sexta-feira, quando o embaixador norte-americano no Brasil compartilhou um relatório do Departamento de Estados dos EUA acusando a China de promover esterilização em massa em mulheres da etnia uigure.

O relatório cita especificamente o PCC (Partido Comunista Chinês) que governa o país.

Ao compartilhar o relatório, Chapman ressaltou que "o silêncio não é uma opção".

O post gerou incômodo em Wanming que afirmou que o embaixador americano tem uma "missão especial, que é atacar a China com boatos e mentiras".

Em março deste ano, o embaixador chinês já havia se desentendido com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por declarações nas redes sociais.

Wanming também fez críticas ao ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub que fez comentários de cunho racista contra chineses. Por conta desse episódio, o ex-ministro é investigado pelo crime de racismo.

Notícias