PUBLICIDADE
Topo

Mulher chama Jair de 'Fora Bolsonaro' em programa de TV de Portugal

do UOL

Do UOL, em São Paulo

05/07/2020 11h55Atualizada em 05/07/2020 16h02

Uma participante da versão portuguesa do game show "Quem Quer Ser um Milionário" adotou um novo nome para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A concorrente resolveu rebatizar o mandatário do Brasil e chamou Jair de "Fora Bolsonaro".

Na edição de ontem da versão "Alta Pressão" do programa, Diana, de 35 anos, chegou à pergunta que valia 700 euros (aproximadamente R$ 4.200). Para garantir o prêmio, ela precisava apontar corretamente quem ocupou o cargo de ministro da Justiça do Brasil até o mês de abril.

As opções eram o ex-presidente Michel Temer, o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), o senador Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Ao citar que Temer foi o antecessor de Jair Bolsonaro, Diana se recusou a falar o nome do presidente e o chamou de "Fora Bolsonaro". "O Temer foi presidente antes do que está agora, que é o Fora Bolsonaro", disse provocando risos da apresentadora Filomena Cautela e da plateia do programa veiculado na emissora RTP.

Participante do Quem Quer Ser um Milionário Alta Pressão, de Portugal, chama Jair de Fora Bolsonaro - Reprodução/Facebook - Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

Diana não mudou o tom na hora de falar sobre as outras opções de resposta. "Hamilton é general qualquer que está ligado ao governo. Não tenho certeza", falou, se referindo ao vice-presidente. A apresentadora lembrou que o senador Flávio Bolsonaro é filho do presidente Jair Messias Bolsonaro —e ela corrigiu: "Fora Bolsonaro, como disse".

Ao acertar a resposta dizendo que Moro era o ministro da Justiça do Brasil até abril, Diana passou para a próxima pergunta, que valia 1.000 euros (aproximadamente R$ 6.000). Dessa vez, a participante não conseguiu seguir na disputa porque disse que o filme "Parasita" é uma produção japonesa, quando na verdade é sul-coreana.

Durante o programa, Diana contou que tem um projeto de acolhimento chamado "De Casa em Casa". Seu objetivo é divulgar a ideia é que, para os idosos, é melhor estar em casa do que ir viver em um asilo.

Notícias