PUBLICIDADE
Topo

Noiva de premiê britânico pede a mais varejistas que proíbam produtos com trabalho de macacos

03/07/2020 18h17

LONDRES (Reuters) - A noiva do primeiro-ministro Boris Johnson, Carrie Symonds, saudou nesta sexta-feira as promessas de quatro varejistas do Reino Unido de interromper a venda de produtos de coco que usam o trabalho de macacos em sua produção, e pediu que outras sigam o mesmo caminho.

Symonds, um conservacionista, estava reagindo a uma reportagem do jornal Telegraph que revelou o uso do trabalho de animais da espécie macaca nemestrina retirados da natureza na Tailândia e utilizados ​​em fazendas para colher cocos em árvores.

A reportagem mencionou uma investigação da organização de direitos animais PETA Asia.

"Ainda bem que Waitrose, Co-op, Boots e Ocado prometeram não vender produtos que usam trabalho com macacos, enquanto Morrisons já os removeu de suas lojas", tuítou Symonds.

Ela pediu a todos os outros supermercados que parassem de vender os produtos, que incluem certas marcas de água de coco e leite de coco, e mencionou três grandes redes.

A Asda, de propriedade do Walmart, disse que estava removendo as marcas Aroy-D e Chaokoh das vendas enquanto examinava os relatos com seus fornecedores.

"Nós esperamos que nossos fornecedores mantenham os mais altos padrões de produção o tempo todo e não toleraremos nenhuma forma de abuso de animais em nossa cadeia de suprimentos", afirmou em comunicado.

(Por James Davey)

Notícias