PUBLICIDADE
Topo

RS anuncia plano de duas etapas para retomada das aulas a partir de junho

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite - Reprodução/Facebook/Eduardo Leite
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite Imagem: Reprodução/Facebook/Eduardo Leite
do UOL

Do UOL, em São Paulo

27/05/2020 17h17

O governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite anunciou hoje que a rede pública voltará às aulas à distância em 1º de junho e que a retomada de aulas presenciais será gradual, em duas etapas.

Na primeira, todos os níveis de educação terão ensino remoto de modalidade híbrida, ou seja, "com uso da tecnologia e disponibilização de materiais aos pais ou responsáveis com dificuldade de acesso via internet".

A segunda etapa, por sua vez, deve abarcar o retorno presencial de ensino superior, pós graduações e ensino técnico, mas apenas de atividades práticas e essenciais para a conclusão do curso, como pesquisa, estágio curricular obrigatório e atividades em laboratórios. O mesmo vale para cursos profissionalizantes.

A volta dos estudantes do ensino básico às escolas, ainda sem data definida, deverá começar pela Educação Infantil e pelo Ensino Médio. Leite acredita que essa é a melhor solução, uma vez que professores podem controlar o distanciamento e uso de máscara entre crianças pequenas, enquanto os adolescentes têm autonomia para cumprir os protocolos.

Retomada em 1º de junho

O início das aulas virtuais no próximo mês vale para alunos do ensino básico da rede pública, que ainda não tiveram aulas em 2020, enquanto estudantes da rede privada começaram a estudar de forma on-line em março. As aulas terão apoio da plataforma Classroom.

Em transmissão ao vivo pelo Facebook, Leite anunciou que as aulas seguirão sem pausa até janeiro de 2021, já que as férias de julho foram antecipadas para março.

"A gente não acredita de forma alguma que o ensino à distância substitui o presencial, mas o ensino remoto é o que é possível neste momento", disse o governador.

Notícias