PUBLICIDADE
Topo

Barril do Texas fecha com maior alta percentual diária da história

03/04/2020 04h41

Nova York, 2 abr (EFE).- O preço do barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI) fechou em forte alta de 24,67% nesta quinta-feira, o maior crescimento percentual diário da história, cotado a US$ 25,32.

Ao final das operações da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em maio tiveram ganho de US$ 5,01 em relação ao valor de fechamento do pregão de ontem.

O preço do petróleo bruto teve forte ganho depois de declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que acelerou a reaproximação entre Arábia Saudita e Rússia. Os dois países vêm em uma guerra que fez crescer a oferta e buscam um acordo para cortar entre 10 milhões e 15 milhões de barris por dia de produção e, assim, equilibrar o mercado de energia, especialmente atingido pela crise da COVID-19 e a consequente queda na demanda.

A alta chegou a ser de 30%, mas depois os investidores baixaram ligeiramente as suas expectativas devido a dúvidas de que o corte sugerido por Trump seja plausível no estado atual do mercado, especialmente se a produção dos EUA for deixada de fora e não fizer reduções.

O desacordo entre sauditas e russos, somado à pandemia de coronavírus, fez com que o WIT caísse de 60 a 70% até agora neste ano. Por outro lado, o retorno à normalidade da China, o maior consumidor mundial de combustível, animou os analistas.

Nesse contexto, os contratos futuros de gasolina com vencimento em maio fecharam em alta de US$ 0,11, cotados a US$ 0,66 por galão, e os de gás natural, com vencimento no mesmo mês, caíram US$ 0,04 e fecharam em US$ 1,55 por cada mil pés cúbicos.

Notícias