PUBLICIDADE
Topo

Novo coronavírus pode causar perdas de quase US$ 30 bi a companhias aéreas

20/02/2020 21h44

Paris, 21 Fev 2020 (AFP) - A atual epidemia relacionada ao novo coronavírus pode causar perdas de quase 30 bilhões de dólares para as companhias aéreas em todo o mundo e desta forma quase metade seria afetada pelo mercado interno chinês, estimou nesta quinta-feira (20) a Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA).

No total, as perdas poderiam chegar a 20,3 bilhões de dólares em todo o mundo.

A queda líquida no número de passageiros em comparação a 2019 pode ser de 8,2% em 2020 na região Ásia-Pacífico, estima a associação.

Pela primeira vez desde a crise financeira de 2008-2009, as reservas aéreas poderiam sofrer um revés em todo o mundo, segundo a IATA.

"Nesse cenário, isso resultaria em uma perda de receita de 27,8 bilhões de dólares em 2020 para as operadoras da região", afirmou o comunicado.

Somente na China, as perdas podem chegar a 12,8 bilhões de dólares.

O ano de 2020 "será um ano muito difícil para as companhias aéreas", advertiu o diretor geral da Iata, Alexandre de Juniac.

"Frear a propagação do vírus é a prioridade absoluta", insistiu a diretriz.

Várias companhias aéreas, como British Airways, Delta, Lufthansa, Air France ou Air Canada cancelaram seus voos para a China continental devido à crise sanitária. A Air France-KLM estima os prejuízos entre janeiro e abril na ordem de 150 a 200 milhões de dólares.

vab/ak/LyS/jz/age/aa/mvv

Notícias