PUBLICIDADE
Topo

ONU não confirma envolvimento do Irã em ataque à Arábia Saudita

11/12/2019 01h59

Nações Unidas, Estados Unidos, 11 dez 2019 (AFP) - A ONU não pôde confirmar o envolvimento do Irã nos ataques de 14 de setembro contra instalações petroleiras da Arábia Saudita, diz o secretário-geral da organização, Antonio Guterres, em seu relatório semestral ao Conselho de Segurança.

"Foi possível examinar os fragmentos das armas utilizadas contra uma instalação petroleira em Afif (maio de 2019), contra o Aeroporto de Abha (junho e agosto), e contra instalações petroleiras da empresa saudita Aramco em Khurais y Abqaiq (setembro)", assinala o relatório, ao qual a AFP teve acesso nesta terça-feira.

"Na etapa atual, não estamos em posição de confirmar - de maneira independente - que os mísseis de cruzeiro e drones utilizados nestes ataques tenham origem iraniana ou que foram transportados violando a resolução 2231" que apoia o acordo nuclear de 2015 firmado por Irã e as potências mundiais.

Guterres destaca que as investigações sobre os ataques prosseguem e prometeu enviar ao Conselho de Segurança as conclusões assim que terminar o trabalho.

França, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos acusam Teerã de ser "responsável" pelos ataques contra as instalações petroleiras sauditas.

O Irã nega qualquer envolvimento nos ataques e que as armas utilizadas sejam de fabricação iraniana.

prh/roc/lr

Notícias