Topo

Procurador-geral de Israel vai anunciar se investigará Netanyahu

21/11/2019 12h55

Jerusalém, 21 Nov 2019 (AFP) - O procurador-geral de Israel anunciará nesta quinta-feira às 19h30 (14h30 de Brasília) se irá ou não investigar o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, suspeito de "corrupção" em diferentes casos, informou o ministério da Justiça em comunicado.

O anúncio, muito aguardado em Israel, ocorre horas depois de o presidente do país, Reuven Rivlin, ter ordenado ao Parlamento encontrar um primeiro-ministro, depois que nem Netanyahu nem seu rival Benny Gantz conseguiram formar um governo após as eleições de setembro.

Netanyahu é suspeito de abuso de confiança, corrupção e malversação em três casos diferentes, incluindo o "caso Bezeq", o mais delicado para o premiê, que acumula 13 anos no poder (a última década, ininterruptamente).

No caso "Bezeq", a justiça suspeita que Netanyahu tenha concedido favores governamentais no valor de milhões de dólares ao chefe da empresa de telecomunicações Bezeq, em troca de uma cobertura favorável em uma das mídias do grupo, o portal Walla.

scw-gl/bpe/jvb/mb/mr

Notícias