Topo

Irã tem maior arsenal balístico do Oriente Médio, afirma Pentágono

19/11/2019 18h36

Washington, 19 Nov 2019 (AFP) - O Irã conseguiu desenvolver mísseis cada vez mais precisos e eficazes nos últimos anos e seu arsenal balístico é o maior do Oriente Médio, à frente de Israel, apesar de décadas de sanções internacionais, informou o Pentágono nesta terça-feira (19).

O país "dispõe de um amplo programa de desenvolvimento de mísseis, e o tamanho e a sofisticação de seu arsenal balístico continuam progredindo apesar de décadas de esforços" por parte do Ocidente, apontou a agência de inteligencia militar do Pentágono (DIA) em um relatório intitulado "A força militar do Irã".

"Na falta de um exército de ar moderno, o Irã transformou os mísseis balísticos em uma força de grande alcance para dissuadir seus inimigos de atacá-lo", informou Christian Saunders, especialista em Irã da DIA, ao apresentar o documento à imprensa.

Teerã "tem o maior número de mísseis do Oriente Médio com uma ampla gama de mísseis de muito curto alcance, mísseis de curto alcance e mísseis de alcance intermediário que podem atingir os objetivos no conjunto da região, até 2.000 km de distância", acrescentou.

Durante a mesma apresentação, um alto responsável de inteligência informou que essa comparação incluindo Israel.

O Irã criou nos últimos anos mais de 40 tipos de mísseis. Os mais potentes, Ghadr F e Sejil 2, podem atingir Israel, o maior inimigo da República Islâmica, e todas as bases americanas na região.

Teerã conseguiu esses avanços apesar das sanções internacionais terem afetado as capacidades de seu departamento de Defesa, segundo o relatório, que aponta que o orçamento militar do país é de 20,7 bilhões de dólares em 2019, frente aos 27,3 bilhões do ano passado.

sl/cjc/gma/dga/cc/mvv

Notícias