Topo

De 765 mil MEIs formalizados em 2017, 88,2% continuam atuando, diz pesquisa

do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/10/2019 19h27

Dos 764,8 mil microempreendedores individuais (MEIs) formalizados no primeiro semestre de 2017, 88,2% continuam em atuação no país e 11,8% deixaram de existir. Os dados constam de um estudo feito pelo Serasa Experian, ao analisar a natureza jurídica destas empresas em setembro de 2019.

O levantamento mostrou, ainda, que, entre os que permanecem ativos, 97,3% (656,3 mil) seguem como MEIs e apenas 2,7% (18 mil) evoluíram de natureza jurídica, ou seja, já atuam em categorias de maior faturamento.

Permaneceram como MEI:

Os empreendedores que se mantiveram como MEI, por segmentos:

  • Serviços de higiene e embelezamento pessoal (10,2%)
  • Reparação e manutenção de prédios e instalações elétricas (8,8%)
  • Serviços de alimentação (8,5%)
  • Comércio de confecções (7,2%)
  • Serviços de propaganda e publicidade (3,9%)
  • Comércio varejista de gêneros alimentícios (3,9%)
  • Curso preparatório e de especialização (2,8%)
  • Oficina mecânica (2,6%)
  • Serviços de mão de obra especializada (2,1%)
  • Serviços de alimentação ambulante (2%)

Aumentaram o faturamento:

Dos empreendedores que deixaram de ser MEIs e mudaram de natureza jurídica, a maioria (83,5%) virou Empresário Individual. Os demais se dividiram entre Sociedade Limitada (8,8%) e Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (7,6%). De acordo com o Serasa, a principal diferença é o aumento do faturamento destas empresas.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

51,5% dos empreendedores brasileiros são mulheres

Band Notí­cias

Notícias