Topo

Terremoto mais forte em 30 anos fere mais de 100 na Albânia

22/09/2019 10h35

TIRANA, 22 SET (ANSA) - Um terremoto de 5,8 graus na escala Richter atingiu a Albânia neste sábado (21), deixando mais de 105 pessoas feridas, conforme balanço divulgado hoje (22) pelo Ministério da Saúde do país.   

Segundo as autoridades, o fenômeno é o mais forte já registrado na Albânia nos últimos 30 anos e destruiu mais de 562 casas, além de danificar cerca de 30 edifícios, principalmente em Tirana e Durrês, as duas cidades mais próximas ao epicentro do tremor. O balanço oficial revelado pela ministra da Saúde da Albânia, Ogerta Manastirliu, informa que pelo menos 12 vítimas foram hospitalizadas com ferimentos leves. "Felizmente, não houve mortos, e esta é uma razão para respirarmos aliviados", explicou o primeiro-ministro albanês, Edi Rama, durante reunião de emergência. De acordo com o Instituto de Geociências de Tirana, o terremoto ocorreu por volta das 14 horas (horário local) deste sábado (22) em uma área marinha a 30 km de Durres e a uma profundidade de apenas 10 quilômetros.   

O fenômeno provocou outras 300 réplicas, com epicentro novamente no mar Adriático, e surpreendeu alguns membros do governo enquanto eram entrevistados, ao vivo, na TV, para fazer um balanço dos danos causados pelo primeiro terremoto.   

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, prestou solidariedade e telefonou para Rama para oferecer "apoio para enfrentar as consequências" do sismo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Notícias