Topo

Câmara que fazer reformas, mas enfrenta boicotes, diz Rodrigo Maia

Marcelo Chello - 16.set.2019/CJPress/Estadão Conteúdo
Imagem: Marcelo Chello - 16.set.2019/CJPress/Estadão Conteúdo

Bárbara Nascimento

Em São Paulo

19/09/2019 12h46

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira, 19, durante evento em São Paulo, que a Casa quer tocar uma série de agendas para melhorar a eficiência e produtividade do setor público, mas ponderou que, em alguns momentos, sofre "boicotes".

Ele citou, por exemplo, a tentativa de fazer uma reforma administrativa e o fato de chefes de gabinetes de lideranças estarem questionando parcerias feitas para o desenho da reforma.

Segundo Maia, há hoje muita dificuldade de se discutir produtividade dentro do governo e, ainda, propostas para melhorar a sanidade dos cofres públicos.

O presidente da Câmara ressaltou as dificuldades nas contas públicas e lembrou que, como o governo federal tem vivido anos de déficits, "cada real que entra, sai negativo".

"Tudo que entra, sai com péssima qualidade (em serviços)", afirmou.

Mais Notícias