Topo

Mais de 900 bombeiros lutam contra incêndios no centro de Portugal

20/07/2019 21h40

Lisboa, 21 Jul 2019 (AFP) - Quatro bombeiros ficaram feridos no centro de Portugal, onde mais de 900 lutavam contra os incêndios florestais, em uma região montanhosa onde o fogo matou uma centena de pessoas em 2017.

Um dos bombeiros feridos estava em estado grave.

No total, mais de 900 bombeiros participaram da operação, depois de que foram enviados mais 200 efetivos, com o apoio de 300 veículos. O exército anunciou também o envio de reforços.

Um povoado foi evacuado e outros três estavam ameaçados em uma zona montanhosa na região de Castelo Branco, 200 km ao norte de Lisboa, segundo o balanço da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O voo de aviões e helicópteros anti-incêndios foi interrompido ao anoitecer.

Várias rotas nacionais foram fechadas à circulação.

Os moradores da localidade de Cardiga e uma praia fluvial "foram evacuados por precaução", indicou Alexandre Penha, porta-voz da Proteção Civil. "A situação é complexa pois há vários incêndios na mesma zona e existe o risco de que se unam".

Estes incêndios florestais avançavam desde o meio da tarde, atiçados por ventos fortes, em três frentes em zonas de difícil acesso.

Devido ao calor e aos fortes ventos, seis regiões do centro e do sul de Portugal entraram no sábado em alerta máximo por incêndio.

bcr/pmr/bdx/sgf/db

Mais Notícias