Topo

Acusado de incêndio em Kyoto tinha passagem pela polícia

19/07/2019 12h06

TÓQUIO, 19 JUL (ANSA) - O principal suspeito de provocar um incêndio em um estúdio de animação em Kyoto, no Japão, que deixou 33 mortos ontem (18), é um homem de 41 anos, residente em Saitama e com passagem pela polícia. Identificado como Shinji Aoba, o suspeito teria despejado gasolina na entrada do estúdio Kyoto Animaton e gritado "morram", ao atear fogo no prédio. O homem teve problemas com a justiça em 2012, em uma tentativa de roubou a um supermercado, e chegou a ser condenado a três anos e meio de prisão.   

Fontes citadas pela imprensa japonesa dizem também que ele viveu uma época em abrigo para ex-detentos, recebia subsídio estatal e teria problemas mentais.   

No ano passado, Aoba se envolveu em uma briga com um vizinho por causa de barulho. O suspeito agarrou a camisa do vizinho e disse "cale a boca ou vou te matar", relatou a mídia local. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Notícias