Topo

Bolsas dos EUA zeram ganhos com ruídos sobre negociações comerciais

Por Stephen Culp

2019-03-19T18:20:17

19/03/2019 18h20

NOVA YORK (Reuters) - O índice S&P 500 fechou perto da estabilidade nesta terça-feira, com o otimismo sobre o esperado tom "dovish" do Fed amanhã sendo contrabalançado por notícias de ruídos nas negociações comerciais entre EUA e China.

As ações do setor financeiro pesaram sobre os três principais índices em Wall Street, que abandonaram os ganhos após notícia publicada pela Bloomberg segundo a qual a China está pressionando contra as exigências norte-americanas nas negociações comerciais.

"O medo do comércio ressurgiu novamente com as preocupações do governo Trump (de que a China está voltando atrás em algumas das promessas que fizeram nas negociações até agora)", disse Chris Zaccarelli, diretor de investimentos da Alliance.

Bucky Hellwig, vice-presidente sênior da BB&T Wealth Management, concordou. "A China parece hesitante em alguns dos termos das negociações comerciais... E para mim parece que pode haver nervosismo antes da decisão (de juros) do Fed."

O Fed anuncia na quarta-feira sua decisão de política monetária, e investidores esperam que haja pouca mudança na abordagem moderada do BC norte-americano em relação a novos aumentos nas taxas de juros.

O resumo das projeções econômicas do Fed --ou "dot-plot", que será divulgado na quarta-feira-- será analisado de perto quanto à extensão da paciência do banco central.

No fechamento do pregão desta terça-feira, o índice Dow Jones caiu 0,1 por cento, para 25.887,38 pontos. O S&P 500 teve variação negativa de 0,01 por cento, aos 2.832,57 pontos. E o Nasdaq subiu 0,12 por cento, para 7.723,95 pontos.

Dos 11 setores principais do S&P 500, oito fecharam no vermelho, com serviços públicos e financeiro registrando as maiores quedas percentuais.

Mais Notícias