Topo

'Todo feminismo é um machismo de saias', diz Papa

2019-02-23T10:29:00

23/02/2019 10h29

CIDADE DO VATICANO, 23 FEV (ANSA) - Em seu segundo discurso na cúpula antipedofilia que acontece no Vaticano, o papa Francisco defendeu nesta sexta-feira (22) uma maior integração da mulher na Igreja, mas criticou o feminismo, movimento chamado por ele de "machismo de saias".   

O Pontífice se pronunciou após a palestra de Linda Ghisoni, subsecretária da seção de fiéis laicos do Dicastério para os Laicos, a Família e a Vida e primeira mulher a discursar na reunião episcopal.   

"Convidar uma mulher a falar das feridas da Igreja é convidar a Igreja a falar de si mesma, das feridas que ela tem. E acredito que devemos dar esse passo com grande força. A mulher é a imagem da Igreja, que é mulher, é esposa, é mãe", disse.   

No entanto, segundo Francisco, não se trata de "entrar na modalidade de um feminismo eclesiástico, porque, no fim das contas, todo feminismo acaba sendo um machismo de saias". A cúpula antipedofilia acontece até este domingo (24) e pretende definir protocolos claros para combater abusos no clero. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Notícias