PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

As 2 únicas universidades brasileiras em ranking de reputação global

27/10/2021 10h41

Lista de 202 universidades com boa reputação de pesquisa e ensino foi feita com base na opinião de 10,9 mil acadêmicos entrevistados no mundo.

Duas universidades brasileiras são as únicas sul-americanas a figurar em um ranking de reputação global elaborado pela publicação britânica Times Higher Education (THE) e publicado nesta quarta-feira (27/10).

A Universidade de São Paulo (USP) é a brasileira a mais bem colocada no ranking, compartilhando com outras universidades estrangeiras as posições 81 a 90.

A Universidade de Campinas (Unicamp) ficou entre as posições 151 e 175.

Ambas melhoraram seu desempenho em relação ao mesmo ranking elaborado em 2020: a USP subiu dez posições neste ano e a Unicamp, cinco.

Ao contrário dos rankings tradicionais da Times Higher Education, que classificam as universidades internacionais conforme seu ambiente de aprendizado, quantidade de pesquisas e citações recebidas por estas e transferência de tecnologia no ambiente universitário, o ranking de reputação publicado nesta quarta leva em conta exclusivamente a opinião de acadêmicos a respeito de quais acreditam ser as melhores universidades do mundo em termos de ensino e pesquisa.

Foram entrevistados 10,9 mil acadêmicos "experientes e com trabalhos publicados" em 29 países, segundo a THE.

"É um ranking bastante subjetivo: acadêmicos de prestígio são chamados a citar universidades que achem que estão fazendo um bom trabalho, que tenham visibilidade em conferências, em produção de estudos e na mídia", diz à BBC News Brasil Phil Baty, representante da THE. "Mas é uma opinião informada, de pessoas que sabem do que estão falando."

Baty aponta que, embora as universidades brasileiras tenham melhorado de 2020 para 2021, elas não estão em uma curva crescente. "O ranking de reputação está em sua 11ª edição, e a USP, por exemplo, já chegou a ficar entre as posições 61ª e 70ª", diz.

A cinco universidades mais bem colocadas são de EUA a Reino Unido: Harvard, Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Universidade de Oxford, Stanford e Universidade de Cambridge, respectivamente.

"A reputação é uma moeda poderosa para universidades, com um papel vital em criar prestígio e atrair talento estudantil, talento acadêmico, novas parcerias e até investimentos internos", agrega Baty.

No total, os EUA se destacam com 57 universidades entre as 202 listadas no ranking de reputação, seguidos de Reino Unido (25) e China (17).

O avanço na reputação das universidades chinesas, por sinal, tem chamado a atenção de observadores: pela primeira vez, uma instituição de ensino superior chinesa ? a Universidade de Tsinghua ? ficou no top 10 do ranking.

"A China continental é o maior exemplo de sucesso no ranking, mostrando que suas universidades continuam a crescer em reputação internacional por sua pesquisa e ensino entre seus pares globais", diz o comunicado da THE.

Segundo Phil Baty, esse avanço pode fazer mudar "o balanço de poder na educação superior internacional nos próximos anos, à medida que a China continental se torna mais atraente para acadêmicos e estudantes", com impactos na retenção de talentos mas também na distribuição de investimentos internacionais em pesquisas.

Outros países com um significativo número de universidades com melhor reputação são Alemanha (14), Japão (11), Holanda (9), Austrália, Canadá e França (com 6 universidades cada).

Além das brasileiras USP e Unicamp, a única latino-americana a figurar no ranking é a Universidade Nacional Autônoma do México, entre as posições 176 e 200.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=rDsjVGPJyuM

https://www.youtube.com/watch?v=MUwyPzhGBh0

https://www.youtube.com/watch?v=M1AiI27_TvM

Notícias