PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Governo do Chile não prorrogará estado de catástrofe pela covid-19

27/09/2021 22h06

Santiago do Chile, 27 set (EFE).- O governo do Chile informou nesta segunda-feira que não prorrogará a partir de 1º de outubro o estado de catástrofe decretado em março de 2020, devido a pandemia da covid-19, o que representará o fim do toque de recolher no país.

A decisão foi anunciada pouco depois da reabertura de fronteiras para ingresso de estrangeiros vacinados no território chileno, a partir de 1º de outubro, e em cenário de redução significativa no número de casos de infecção pelo novo coronavírus nas últimas semanas.

"É de vital importância que todos tenhamos plena consciência que a pandemia não acabou e, em consequência disso, teremos que seguir cuidando de nossa saúde e das nossas vidas, adotando cuidados pessoais, seguindo com a vacinação em massa", afirmou hoje o presidente do Chile, Sebastián Piñera, por meio de vídeo.

Sem o estado de emergência vigente, não serão mais realizadas as quarentenas regionais ou nas comunas do país, embora serão mantidas medidast como o isolamento de quem testar positivo, dos contatos próximos e suspeitos, assim como limitações de acordo com situações epidemiológicas específicas.

O Ministério da Saúde destacou hoje a necessidade de que sejam seguidas as medidas como o uso de máscara, a manutenção do distanciamento físico, entre outras.

Apesar do recuo da pandemia no Chile, o boletim divulgado hoje pelas autoridades locais indicou uma alta de 45% nos casos de covid-19 nos últimos sete dias.

Ao todo, foram 640 positivos registrados nas últimas 24 horas no país, que totaliza 1,6 milhão de positivos desde o início da propagação do novo coronavírus.

Atualmente, 380 pessoas estão internadas nas UTIs dos hospitais do país, sendo que 287 precisam de ajuda de aparelhos para respirar.

Nas últimas 24 horas foram notificadas cinco mortes por covid-19 no território chileno, o que elevou o total de vítimas da doença para 37.445. EFE

ssb/bg

Notícias