PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, é reeleito pelo Parlamento

02/08/2021 11h48

Erevan, 2 Ago 2021 (AFP) - O parlamento armênio reelegeu Nikol Pashinyan como primeiro-ministro nesta segunda-feira (2), durante a primeira sessão desde as eleições legislativas de junho, de acordo com imagens transmitidas ao vivo pela televisão nacional.

Logo depois, o presidente armênio, Armen Sarkissyan, assinou um decreto para renovar Pashinyan em todas as suas funções.

Nas eleições legislativas, o partido do primeiro-ministro, o Contrato Civil, obteve cerca de 54% dos votos. Um escrutínio que ocorreu em um clima de tensão, poucos meses após a derrota militar da Armênia contra seu vizinho Azerbaijão pelo controle da província de Nagorno-Karabakh.

A aliança eleitoral do ex-presidente Robert Kocharián, principal rival de Pashinyan, denunciou fraudes e pediu ao Tribunal Constitucional a anulação do resultado da votação. Esse recurso foi rejeitado.

Pashinyan convocou eleições legislativas antecipadas para estabelecer sua legitimidade e encerrar a grave crise política provocada pela derrota militar em 2020.

Depois de uma guerra que deixou cerca de 6.500 mortos, a Armênia teve que ceder ao Azerbaijão importantes áreas que havia controlado por quase 30 anos ao redor do disputado território de Nagorno-Karabakh.

O premiê, que chegou ao poder em 2018 com uma "revolução", continua sendo popular por sua luta contra a elite política econômica do país, acusada de estar profundamente corrompida e de ter saqueado a Armênia por décadas.

apo/alf/sg/grp/mb

Notícias