PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Tribunal boliviano anula sentença de US$61 mi contra subsidiária da Petrobras

17/06/2021 20h16

SÃO PAULO (Reuters) - O Tribunal Agroambiental da cidade boliviana de Sucre anulou uma sentença de primeira instância que obrigava a Petrobras Bolivia (PEB), subsidiária da estatal brasileira no país vizinho, a pagar 61 milhões de dólares em indenização pelo uso da propriedade onde estão localizadas as instalações do campo de San Alberto, informou a petroleira nesta quinta-feira.

Segundo comunicado da Petrobras, a decisão do tribunal indicou evidências de violação a direitos fundamentais e garantias constitucionais da PEB na sentença de primeira instância, anulando todos os atos desde o início do processo.

A sentença também extinguiu medidas cautelares impostas anteriormente e impôs uma multa à juíza de primeira instância, acrescentou a companhia.

"(A decisão destacou) ausência de demonstração de propriedade da área por parte da autora da ação", afirmou a Petrobras. "A sentença do Tribunal Agroambiental reforça a confiança da companhia nas instituições da Bolívia".

A petroleira havia comunicado a condenação inicial no último dia 28 de maio. À época, fontes disseram à Reuters que as contas da PEB foram bloqueadas pela Justiça boliviana em meio ao embate legal com uma família a respeito da propriedade de parte da área onde está situado o campo de San Alberto.

A PEB opera o ativo com 35% de participação, em parceria com YPFB e Total E&P.

(Por Gabriel Araujo)

Notícias