PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Bitcoin atinge mínima em 3 meses após Musk insinuar venda de ações da Tesla

Defensor da Dogecoin, Elon Musk voltou a insinuar que pode vender ativos em bitcoin, outra criptomoeda  - Reprodução
Defensor da Dogecoin, Elon Musk voltou a insinuar que pode vender ativos em bitcoin, outra criptomoeda Imagem: Reprodução
do UOL

Do UOL, em São Paulo

16/05/2021 18h05Atualizada em 17/05/2021 16h04

O bitcoin se recuperava hoje de uma mínima de três meses, movimento influenciado por tuítes do presidente da Tesla, Elon Musk, sobre participações da montadora em bitcoins.

Musk tem impulsionado o mercado de criptomoedas com seu entusiasmo pela classe de ativos, mas ultimamente tem causado volatilidade, aparentando que cansou do bitcoin em favor do dogecoin.

O bitcoin caiu mais de 9% hoje para 42.185 dólares, mínima desde 8 de fevereiro. Mas a criptomoeda voltou a subir para cerca de 45.190 dólares. Já o ether caiu para 3.123,94 dólares, e depois se recuperou para 3.540. O dogecoin caiu quase 7%, e os três estão bem abaixo dos recordes recentes.

A moeda digital mais popular está agora um terço abaixo de seu recorde de alta, em meados de abril. E dados do JPMorgan mostram investidores desfazendo posições nas últimas semanas.

Depois de suspender as compras de seus carros com o uso de Bitcoin, Musk voltou a criticar a moeda no domingo (16) ao responder um usuário do Twitter.

O perfil, identificado como @CryptoWhale, teorizou que os "bitcoiners" (como são conhecidos os adeptos da criptomoeda), "irão se estapear no próximo trimestre quando descobrirem que a Tesla liquidou o resto de suas ações em bitcoin".

"Com a quantidade de críticas que o Elon Musk vem recebendo, eu não o culparia" concluiu o usuário, que foi apoiado pelo dono da Tesla.

"De fato", concordou o empresário sul-africano, sem dar mais detalhes.

Na última quarta-feira, Musk disse que a Tesla pararia de aceitar o bitcoin como pagamento, por conta de preocupações ambientais sobre o uso de energia para processar transações. Defendendo essa decisão no domingo, ele sugeriu que a Tesla pode ter vendido suas próprias participações.

Notícias