PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Juros não devem voltar a bater 10%, diz estrategista do Bank of America

do UOL

Do UOL, em São Paulo

12/05/2021 13h21Atualizada em 12/05/2021 15h58

O chefe de economia e estrategista do Bank of America no Brasil, David Beker, afirma que a taxa básica de juros (Selic) não deveria voltar a bater ou passar de 10% no país, para não prejudicar pessoas e empresas. Para isso, o governo deve ter responsabilidade fiscal e não gastar mais do que arrecada, segundo ele. Hoje, a taxa está em 3,5% ao ano. Beker condiciona a manutenção dos juros baixos a medidas de responsabilidade nas contas públicas.

Imaginando que a gente [o governo] consiga manter a responsabilidade fiscal, os juros não voltam para dois dígitos. [Isso] é fundamental para o Brasil, para o custo do crédito, tanto para as pessoas tomarem decisões de consumo como para as empresas tomarem decisões de investimentos. Só que isso tem que ser fundamentado por decisões estruturais. Daí a importância das reformas.
David Beker

Beker participou, nesta quarta-feira (12), do primeiro seminário UOL Líderes. O evento reuniu especialistas para avaliar a situação do país e o que esperar da economia nos próximos meses, por causa da pandemia de covid-19. Além de Beker, participaram do seminário nomes como a consultora econômica Zeina Latif e Robson Braga de Andrade, presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Banco Central sinaliza juros mais altos

Na semana passada, o Banco Central elevou a Selic pela segunda vez em 2021. A ata do Copom (Comitê de Política Monetária) indica que a taxa deve subir mais 0,75 ponto percentual em junho, para 4,25%. O aumento é a resposta do Banco Central ao avanço das projeções de inflação.

Veja a íntegra da participação de David Beker no seminário UOL Líderes:

Notícias