PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Ministros latino-americanos estudarão plano para turismo pós-pandemia

07/05/2021 02h50

Santo Domingo, 6 mai (EFE).- Os titulares da pasta de Turismo de 18 países da América Latina assinarão uma declaração conjunta para o desenvolvimento de um plano para assegurar a sobrevivência do setor após a pandemia de Covid-19, como parte da Reunião de Ministros do Turismo das Américas que está sendo realizada na República Dominicana.

O ministro do Turismo dominicano, David Collado, informou nesta quinta-feira sobre a reunião organizada pela Organização Mundial do Turismo (UNWTO) entre quinta-feira e domingo na cidade turística de Punta Cana, no leste do país, que contará também com a presença de representantes de organizações internacionais e do setor privado.

A assinatura da Declaração de Punta Cana estabelecerá as principais diretrizes e o compromisso dos líderes da região em assegurar um plano de ação eficaz para este setor, promovendo um turismo mais sustentável e inclusivo, explicou Collado, anfitrião do evento, em uma coletiva de imprensa.

A reunião contará com a presença do presidente dominicano, Luis Abinader, do secretário-geral da UNWTO, Zurab Pololikashvili, de 18 ministros e vice-ministros do turismo da região (seis deles virtualmente) e de representantes de organizações internacionais e do setor privado neste segmento.

A vice-ministra técnica do Ministério do Turismo dominicano (Mitur), Jaqueline Mora, disse que o memorando de entendimento incluirá protocolos de recuperação acordados para que haja "uma orientação semelhante em todos os países membros da UNWTO".

O acordo propõe a colaboração em quatro aspectos fundamentais: "a qualidade do turismo, a sustentabilidade do setor, a inovação e o posicionamento da região como um todo no mapa do turismo mundial".

Na reunião, cuja programação começa esta sexta-feira, além da República Dominicana, estarão presentes os titulares de Turismo de Brasil, México, Panamá, Haiti, Porto Rico, Honduras, Guatemala, Venezuela, Cuba, El Salvador, Bolívia, Barbados, Nicarágua, Chile, Colômbia, Argentina e Peru.

Também estarão presentes funcionários de organizações internacionais tais como a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), a Organização dos Estados Americanos (OEA) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O setor privado também estará presente, representado pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), o Conselho Internacional de Aeroportos (ACI) e o setor hoteleiro, através do Grupo Punta Cana.

Os participantes tomarão conhecimento, entre outros pontos, das recomendações da Comissão Mundial da Crise do Turismo e o evento será concluído com um debate sobre o turismo do futuro e o redesenho do setor.

Notícias