PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Presidente Díaz-Canel é eleito líder do Partido Comunista de Cuba

19/04/2021 15h42

Havana, 19 abr (EFE).- O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, substituiu Raúl Castro como primeiro secretário do Partido Comunista de Cuba nesta segunda-feira, no quarto e último dia do 8º Congresso do grupo político.

Junto com Raúl Castro, de 89 anos, deixaram de fazer parte da cúpula outros dirigentes históricos, como o atual "número 2" do partido, José Ramón Machado-Ventura (90), e o comandante Ramiro Valdés (88), além de Marino Murillo, considerado o líder das reformas econômicas iniciadas há uma década.

A imprensa estatal cubana, a única com acesso à cobertura do evento, ainda não detalhou quem foi nomeado como segundo secretário do partido, no lugar de Machado-Ventura.

Entre os novos integrantes do órgão mais poderoso do partido estão o primeiro-ministro do país, Manuel Marrero, e Luis Alberto Rodríguez López-Callejas, ex-genro de Raúl Castro e chefe do conglomerado cubano de propriedade militar GAESA, que controla os ativos econômicos mais valiosos do país.

Continuam no órgão de direção, além de Díaz-Canel, o presidente do Parlamento, Esteban Lazo; o vice-presidente, Salvador Valdés; o vice-primeiro ministro, Roberto Morales; e o ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, entre outros.

Ao todo, a nova composição do órgão conta com 14 dirigentes, três a menos do que a anterior. Entre eles, há três veteranos com mais de 70 anos e três mulheres: a presidente da Federação de Mulheres Cubanas, Teresa Amarelle; a cientista e diretora do Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia, Marta Ayala; e a primeira secretária do partido em Artemisa, Gladys Martínez.

Os militares estão representados pelo recém-nomeado ministro das Forças Armadas Revolucionárias, general do Exército Álvaro López Miera; o generão de Divisão Lázaro Álvarez Casas; e por Rodríguez López-Callejas, que é general de Brigada.

A nova composição foi nomeada pelo Comitê Central eleito na véspera pelos 300 delegados que assistem ao evento em representação dos mais de 700 mil militantes.

O 8º Congresso do Partido Comunista de Cuba terminará nesta segunda-feira, na mesma data em que se comemora o 60º aniversário da "Vitória da Praia de Girón", como se chama em Cuba a Invasão da Baía dos Porcos (1961).

Notícias