PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Papa se deslocará apenas em carro fechado no Iraque

02/03/2021 13h55

VATICANO, 2 MAR (ANSA) - O papa Francisco vai se deslocar apenas em carro fechado durante sua viagem ao Iraque, entre 5 e 8 de março, e terá à disposição um automóvel blindado.   

Em briefing com a imprensa nesta terça-feira (2), o porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni, disse que um veículo à prova de balas sempre está disponível nas visitas apostólicas do líder católico. "Nesta viagem, é muito provável que ele seja utilizado", afirmou.   

Segundo Bruni, Francisco se deslocará nas cidades apenas em "carro fechado", mas deve utilizar um veículo aberto dentro do estádio de Irbil, no Curdistão, onde ele celebrará uma missa.   

O porta-voz também foi questionado sobre os riscos de uma viagem internacional em plena pandemia do novo coronavírus - o Iraque ainda não começou a vacinar sua população - e disse que a visita do papa é um "gesto de amor por aquela terra, por seu povo e os cristãos".   

"É um gesto de amor, e como todo gesto de amor, pode ser extremo", acrescentou Bruni, que garantiu que os compromissos do pontífice não terão aglomerações. "O evento com maior público será no estádio de Irbil, que tem capacidade para 30 mil pessoas, mas os bilhetes distribuídos são 10 mil", afirmou o porta-voz.   

Viajar ao Iraque é um sonho antigo de Francisco, que visitará inclusive a planície de Ur, terra natal de Abraão na tradição bíblica. O país também abriga uma pequena comunidade cristã, que foi perseguida e massacrada pelos jihadistas do Estado Islâmico (EI) nos últimos anos.   

Programação - De acordo com o cronograma oficial, o líder católico partirá de Roma na manhã do dia 5 e chegará em Bagdá, capital iraquiana, pela tarde.   

Francisco terá um encontro com o primeiro-ministro Mustafa al-Kadhimi na sala VIP do aeroporto e em seguida fará uma visita de cortesia ao presidente Barham Salih. No mesmo dia, o pontífice se reúne com membros da sociedade civil, diplomatas e integrantes da Igreja Católica.   

Em 6 de março, o papa viaja de avião para Najaf, onde se reúne com o grão-aiatolá Ali al-Sistani, principal clérigo xiita do Iraque. Em seguida, Jorge Bergoglio parte, novamente de avião, para um encontro inter-religioso na planície de Ur.   

De tarde, Francisco retorna para Bagdá e celebra uma missa na Catedral Caldeia de São José. Já no dia 7, o papa parte para Irbil, no Curdistão iraquiano, e se reúne com autoridades locais. Na sequência, vai de helicóptero para Mosul, antiga "capital" do Estado Islâmico no país, e faz uma oração pelas vítimas da guerra.   

Em seguida, Bergoglio vai para Qaraqosh, antes de retornar para Irbil, onde celebra uma missa no estádio Franso Hariri.   

Francisco volta a Bagdá pela noite e embarca para Roma na manhã do dia 8 de março.   

Jorge Bergoglio será o primeiro papa na história a visitar o Iraque, e essa também será sua primeira viagem apostólica desde a eclosão da pandemia do novo coronavírus. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias