PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA atacam bases de milícias apoiadas pelo Irã na Síria

Foto de satélite mostra visão aérea do Pentágono, em Arlington, EUA -
Foto de satélite mostra visão aérea do Pentágono, em Arlington, EUA
do UOL

Do UOL, em São Paulo*

26/02/2021 00h23

O Exército americano atacou ontem instalações no leste da Síria usadas por duas milícias apoiadas pelo Irã. Segundo o Pentágono, a ação foi uma resposta a três ataques recentes com foguetes contra tropas americanas no Iraque.

"Sob a direção do presidente (Joe) Biden, as forças militares americanas realizaram no começo desta noite ataques aéreos contra a infraestrutura utilizada por grupos de milicianos apoiados pelo Irã no leste da Síria", disse o porta-voz, John Kirby, em um comunicado.

"Esta ofensiva foi autorizada em resposta aos recentes ataques contra o pessoal americano e da Coalizão no Iraque, e as contínuas ameaças a este pessoal", acrescentou.

Os Estados Unidos não haviam culpado nenhum grupo pela ocorrência com os foguetes, mas responsabilizaram o Irã. No dia 16 de fevereiro, porém, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Irã negou em entrevista à agência de notícias estatal Mehr que o país tivesse qualquer relação com os ataques.

O ataque às milícias realizado ontem é a primeira ação militar do recém-empossado presidente Joe Biden. O porta-voz afirmou que o presidente ordenou a ação após consultar aliados americanos.

A ação acontece em meio às negociações de um tratado nuclear entre os Estados Unidos e o Irã e a tensão militar pode atrapalhar o acordo entre os dois países.

*Com AFP

Notícias