PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Roupa de Zé Gotinha é comparada com Ku Klux Klan e assunto vira meme

16.dez.2020 - O presidente Jair Bolsonaro, acompanhado do Zé Gotinha, personagem criado para as campanhas de vacinação do SUS, durante cerimônia de lançamento do plano nacional de vacinação contra covid-19 - Mateus Bonomi/AGI/Estadão Conteúdo
16.dez.2020 - O presidente Jair Bolsonaro, acompanhado do Zé Gotinha, personagem criado para as campanhas de vacinação do SUS, durante cerimônia de lançamento do plano nacional de vacinação contra covid-19 Imagem: Mateus Bonomi/AGI/Estadão Conteúdo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

24/02/2021 17h44

O Zé Gotinha, protagonista das campanhas de vacinação do Ministério da Saúde, virou meme hoje nas redes sociais após estrangeiros compararem a roupa do personagem com membros da Ku Klux Klan, grupo de supremacia branca que perseguia e torturava negros nos Estados Unidos entre o século 19 e 20, mas que ainda tem apoiadores.

A foto escolhida para comparar o Zé Gotinha mostrava um homem com uma fantasia simples do personagem ao lado de uma criança e outros adultos. A mensagem que viralizou nas redes sociais dizia: "O mascote da vacina do Brasil talvez pudesse ter passado por alguns níveis de verificação e aprovação".

O tuíte foi apagado logo após repercussão, mas a resposta de um brasileiro chamou atenção nas redes sociais. Em inglês, ele escreveu: "Esse mascote vem sendo usado em campanhas de vacinação do Brasil por mais de 30 anos. O nome dele é Joseph Little Drop. Não há analogia com a KKK".

A frase repercutiu e "Joseph Little" se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter. Veja a repercussão:

Notícias