PUBLICIDADE
Topo

Notícias

RJ: Motorista morre com tiro na cabeça; polícia investiga briga de trânsito

Carro fica com marcas de sangue após motorista de aplicativo ser baleado na Linha Amarela, no Rio - Reprodução/TV Globo
Carro fica com marcas de sangue após motorista de aplicativo ser baleado na Linha Amarela, no Rio Imagem: Reprodução/TV Globo
do UOL

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

26/10/2020 07h59Atualizada em 26/10/2020 13h10

Um homem morreu ontem à noite, baleado na cabeça, quando passava pela Linha Amarela, via expressa que liga as zonas norte e oeste do Rio de Janeiro. O crime aconteceu na saída 3 da via, na altura da Rua Guineza, no Engenho de Dentro, zona norte, na pista sentido Ilha do Fundão. De acordo com informações preliminares, um motorista, em outro carro, uma BMW, emparelhou o veículo e efetuou os disparos.

A vítima foi identificada como Marcos André, 24, motorista de aplicativo. A Polícia investiga se os tiros foram motivados por uma briga de trânsito ou por um desentendimento anterior.

O motorista foi atingido por dois tiros na cabeça quando já estava perto de casa. Ele morreu no local. Um casal que estava dentro do carro não se feriu.

Segundo uma testemunha, Marcos se desentendeu com outro motorista ao tentar ultrapassá-lo.

"O moleque [Marcos] estava vindo. Pediu passagem para a BM [BMW]. Daí a BM deu passagem para ele. E quando ele foi passar, a BM fechou ele. Ele foi e cortou o maluco. Diminuiu para sair na 3 [saída 3] da Linha Amarela. E quando ele estava saindo, o maluco parou do lado dele. Um falou gracinha pro outro. O maluco apontou a arma pra ele e deu dois tiros no moleque", disse uma testemunha à TV Globo.

A família de Marcos nega a discussão no trânsito.

"Não houve discussão, não houve nada. O Marcos André era trabalhador, um rapaz correto, noivo. Só isso", disse o tio, Marcus Vinícius Lacerda.

Apaixonado por velocidade

Segundo parentes, Marcos era apaixonado por automobilismo, tinha comprado o carro havia poucos meses e chegou a fazer uma tatuagem com a imagem do veículo.

"Era um moleque puro. Puro. Nunca fez nada pra ninguém", disse o comerciante André Luiz Araújo, amigo da vítima.

A namorada de Marco André, usou o ser perfil no Facebook para postar uma despedida. "Eu te amo para sempre. Que deus me dê forças".

A vítima recebeu ainda uma homenagem do Rio Classic Tunning, evento que reúne donos de carros fãs do automobilismo. Marcos era da equipe Street Team e estava voltando de um evento que havia ocorrido no Shopping Station Mall, em Jacarepaguá, na zona oeste.

Iury Oliveira, amigo do motorista desde os 15 anos, disse que Marcos André "era uma pessoa calma, não tinha problema com ninguém". Segundo ele, o tiro foi certeiro no motorista. "Um amigo que estava no carro disse que a BMW encostou nele e efetuou os dois disparos. Essa pessoa [o atirador] não foi identificada. Sabemos só que a pessoa sabe atirar porque o tiro foi certeiro".

O tio do motorista, Marcus Vinícius, disse que o casal que estava dentro do carro negou que eles estivessem sendo seguidos.

"Ele não tinha inimigo, era um garoto exemplar. É o Rio de Janeiro. Não temos o que falar. A gente não está pensando em nada. O casal que estava com eles era de amigos. O casal disse que ninguém foi seguido."

Notícias