PUBLICIDADE
Topo

Ampliado toque de recolher por covid-19 no estado mais povoado da Venezuela

Nicolás Maduro decretou emergência sanitária em todo o estado de Zulia -
Nicolás Maduro decretou emergência sanitária em todo o estado de Zulia

De Caracas

29/05/2020 23h04

O governo da Venezuela anunciou nesta sexta-feira (29) a extensão do toque de recolher declarado no estado de Zulia, na fronteira com a Colômbia, diante da nova pandemia de coronavírus.

"O presidente Nicolás Maduro decidiu decretar uma emergência sanitária em todo o estado de Zulia, com ênfase na capital Maracaibo" e estender o toque de recolher noturno decretado há dez dias em dois municípios na fronteira com a Colômbia, para um novo município, disse o Ministro da Comunicação e Informação, Jorge Rodríguez.

Em comunicado divulgado na televisão estatal, Rodríguez vinculou a decisão ao aumento de casos relacionados a um mercado popular de alimentos e produtos básicos interditado no último domingo pelas autoridades e considerado como "epicentro" das infecções nessa região de cinco milhões de habitantes.

Com uma população de 30 milhões, a Venezuela declarou toque de recolher efetivo das 16h às 22h do dia seguinte em cinco estados (Zulia, Táchira, Apure, Bolívar e Amazonas), todos na fronteira com a Colômbia ou o Brasil.

Nesta sexta-feira, segundo Rodríguez, a Venezuela registrou 14 mortes por COVID-19 e 1.370 casos confirmados, números questionados por organizações como a Human Rights Watch (HRW), que os considera "não confiáveis".

Notícias